Tempo – Parte 2

Texto de Mt.16.21-23; Jo.17.4; At.20.24; Rm.8.29

Uma das principais medidas para lidarmos melhor com o nosso tempo é o estabelecimento de prioridades. Se nós não sabemos para onde iremos, outros dirão por nós.

Quando olhamos para vida do nosso Senhor Jesus Cristo temos a certeza de que Ele tinha clareza absoluta do propósito de sua vida e conduziu os Seus passos convicto para onde ia. Em Jo.17.4, Jesus diz que o alvo da vida Dele foi glorificar o Pai.

Quando Pedro cogitou uma possibilidade diferente para a vida de Cristo, o próprio Senhor o repreendeu (Mt.16.21-23). A clareza de propósito permitia a Cristo conduzir a Sua vida com retidão.

Paulo sabia qual era o seu propósito de vida e deixa isso bem claro em At.20.24, “testemunhar o evangelho da graça de Deus”. Depois ele escreve a igreja em Roma estabelecendo qual o propósito de todo o cristão “sermos conformes à imagem de Cristo” (Rm.8.29).

Temos, nas Escrituras, um claro estabelecimento do alvo da nossa vida que é “Glorificar a Deus através de uma vida conformada a imagem de Cristo”.

Desafios Práticos

Com isso em mente sabemos para onde iremos e assim podermos determinar onde investiremos o nosso tempo e os nossos esforços. Estabelecemos um propósito para nossas vidas a partir das Escrituras, mas qual é, de fato, o seu propósito de vida? Seja bastante franco, pois isso permitirá que você avalie as decisões de sua vida. Você pode perceber qual o seu propósito de vida avaliando onde você utiliza o seu tempo, os seus recursos, as suas capacidades, etc.