Home / Recursos / Estudos / Absalão
Devocional
Pr. Davi F. M. Cáceres
sobre o autor
13/09/2011

AbsalãoImprimir

ABSALÃO

 No momento que o profeta Natã procurou o rei Davi e o confrontou ficou bastante claro que seu pecado traria consequências (II Sm.12.10-12). Um filho de Davi seria o principal responsável para trazer grande dor e vergonha para sua casa. Seu nome era Absalão. Seu desejo era usurpar o reino e o poder de seu pai. Absalão era um homem de coração obstinado e um homem de coração obstinado viola todos os mandamentos divinos para alcançar os seus desejos pessoais.

Terça-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE II Sm.13.1-39

1. Davi teve alguns filhos durante a sua vida com diferentes mulheres (II Sm.3.2-5). O mais velho era Amnom e o terceiro filho era Absalão. Tamar era meia irmã de Amnom e irmã de Absalão. Amnom enamorou-se da Tamar de tal modo que ficou extremamente enfraquecido por não saber como conquistar a Tamar. Amnom adoeceu e emagreceu (II Sm.13.2,4) devido ao seu desejo de possuir Tamar. Desejos intensos, e muitas vezes pecaminosos, podem refletir no corpo e na saúde de um indivíduo. Este era o caso de Amnom. Juntamente com seu primo ele trama uma maneira de possuir Tamar. Para que isso ocorresse, Amnon precisaria que o rei Davi permitisse que Tamar fosse visitá-lo. Davi permite e Tamar é brutalmente violentada por seu meio irmão mesmo diante de constantes pedidos para que ele não fizesse aquilo (II Sm.13.11-14). O rei Davi, ao saber, nada fez. Porém, Absalão ouviu e em seu coração orquestrou uma maneira de se vingar Amnom. Dois anos depois Absalão encontrou o momento oportuno para executar o seu plano de vingança contra aquele que violara sua irmã. Numa festa e chama os seus servos e dá instruções sobre como e quando matar a Amnon. Quando foi oportuno, Amnom foi morto Davi pranteou por seu filho enquanto Absalão fugia. Um homem obstinado é aquele que planeja e executa o mal independente das consequências de suas ações. Pensando em você, existem áreas na sua vida onde você deseja vingar algo que lhe foi feito? Descreva estas situações. Em algum momento você planejou algo para se vingar de alguém? Como se deu esse processo de planejamento? Leia Rm.12.19 e veja o Deus pensa sobre a vingança. Em lugar da vingança que decisão deveria ser alimentada? Descreva.


Quarta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE II Sm.14.1-33

1. O relacionamento entre Davi e Absalão tornou-se extremamente atribulada depois do assassinato de Amnom. Davi não queria ver a face de seu filho. Porém, um dos servos de Davi, cujo nome era Joabe tinha outros planos. Seu plano era reintroduzir Absalão a presença do rei (II Sm.14.1). Como fazer isso? A estratégia foi trazer uma mulher de outra localidade e instruí-la de modo detalhado sobre como abordar o rei (II Sm.14.2-18). Mas, por que reintroduzir um homem vingativo como Absalão ao reino? Talvez, para Joabe isso lhe seria favorável caso Absalão se torna-se o novo rei de Israel. Ainda que Davi tivesse consentido com o pedido de Joabe, ele não permitiu que Absalão chegasse até ele. Essa decisão do reui gerou grande ira em Absalão que tocou fogo no campo de Joabe para que ele interviesse junto ao rei para receber seu filho em sua presença. Mais uma vez Davi ouve a Joabe e recebe a Absalão. Aparentemente há uma reaproximação entre pai e filho motivada por um homem que é bastante astuto. Você tende a manipular as situações para obter vantagem sobre outras pessoas? Descreva como você faz isso. Que princípio bíblico é violado quando há manipulação?


Quinta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE II Sm.15.1-18

1. Agora, levado para presença do rei Absalão começa a desenvolver o seu plano de usurpação do trono de seu pai. Como fazer isso? Colocar o povo contra a autoridade de seu líder e apresentar-se como aquele que ouve o cuida do povo (II Sm.15.4). O povo sempre ouvirá aquele que se diz mais propenso a ouvir a sua causa, mesmo que isso seja uma mentira. Absalão não queria ouvir o povo, pois o que queria de fato era retirar o pai do trono. Juntou-se a ele um grande número de homens que o apoiaram e formaram um exercito para lutar contra Davi e conquistar o reino. Absalão se declarou rei em Hebrom e foi em direção a Jerusalém para destituir Davi de seu trono. Davi foge para não ser morto pelo seu próprio filho. A obstinação de Absalão alcançou o seu ápice. Não temendo mais a Deus, nem o Seu ungido, seu único desejo é obter poder. Muitas vezes em nossas vidas desprezamos o Senhor para obter aquilo que nós mais desejamos e queremos e revelamos o nosso coração obstinado. A violação de um padrão bíblico é uma possibilidade que permeia a sua mente quando precisa tomar uma decisão? (sonegar um imposto, mentir para fechar um negócio, etc.). Aliste as suas últimas decisões e sonde o seu coração para saber esta possibilidade passou em sua mente. Quais passos você pode dar para não alimentar pensamentos obstinados contra Deus no momento de uma tomada de decisão? Busque exemplos bíblicos que pensaram biblicamente para tomar uma decisão.


Sexta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE II Sm.18.1-18; 19.1-15

1. A luta entre Davi e seu filho tornava-se cada vez mais violenta. Exércitos dos dois lados lutavam para estabelecer aquele que permaneceria no trono de Israel. Ainda que Davi colocasse os seus homens na frente de batalha para derrotar os homens de Absalão, seu desejo era que Absalão não fosse morto (II Sm.18.7). Joabe foi um daqueles que ouviu claramente a ordem do rei. Porém, um homem obstinado morre devido a sua própria ganância. Preso em uma árvore devido os seus cabelos, Absalão estava mercê de seus inimigos. Um homem tão bravo e obstinado estava em uma posição de completa vulnerabilidade devido os seus cabelos (II Sm.18.9). Joabe viu nisso a oportunidade de matar o homem que fora, durante breve tempo, o rei sobre Israel. Não temendo as ordens do rei, ainda que alertado, saca três flechas e acerta o peito de Absalão que morre depois de ser almejado outras vezes (II Sm.18.14,15). O pranto do rei é imenso ao saber que seu filho estava morto (II Sm.18.33), o que casou grande revolta em Joabe, que nesse momento, parecia estar numa posição de vantagem, pois o futuro rei estava morto e o rei Davi estava vulnerável. Com o exército sobre o seu comando, Joabe em toda a sua astúcia poderia tomar o reino de Davi. Davi percebendo este risco tira Joabe do comando do exército e coloca outro homem. A obstinação de Absalão o levou a morte vergonhosa e a astúcia de Joabe a perda de seu posto. Aquele que se manteve buscando ao Senhor encontrou favor e proteção. A piedade e devoção são, em qualquer momento e situação, superiores a obstinação e astúcia. Gaste um tempo agora orando a Deus. Clame ao Senhor para manter o seu coração atento às áreas de sua vida que podem levar você a obstinação e astúcia. Fique atento as situações onde você busca executar vingança e creia que o Senhor faz justiça no momento que Ele achar oportuno.
 

Pr. Davi F. M. Cáceres
Autor
Pr. Davi F. M. Cáceres
Pr. Davi F. M. Cáceres
IGREJA BATISTA PEDRAS VIVAS - RUA GUACUMÃ, 535 - VILA CALIFORNIA, SP - VEJA O MAPACONTATOIBPV MAILINDIQUE A UM AMIGO
Indique um amigo *Campos obrigatórios